Você está aqui: Entrada / Notícias

Notícias

ROSTROPOVICH

Date: 2017-06-01 11:05

É considerado unanimemente “o violoncelista” do século passado e também um dos mais geniais instrumentistas e a sua obra e influência estendem-se por dezenas de anos, trabalhos, artistas e latitudes ; e até grandes compositores como Prokofiev , Britten ou Shostavovich lhe teceram os mais rasgados elogios... As suas ultimas aparições datam da transição do comunismo para a “democracia” apesar de ele há muito se ter voluntariamente exilado da União Soviética e para melhor se poder compreender e apreciar toda a genialidade de Mstislav Rostropovich ( 1927-2007) como executante aconselha-se vivamente a audição de um projecto recentemente editado pela Warner classics onde ao longo de três CDs , com a duração total de quase seis horas, podemos encontrar algumas das suas mais belas, expressivas e extasiantes interpretações abrilhantando ainda mais grandes e inspiradas composições de gente como Vivaldi , Dvorak, Schumann , Tchaikovsky, Brahms, Astor Piazzolla ou Debussy, entre outros. “Rostropovich- cellist of the century” mais que um projecto de grande envergadura musical e sonora, um documento soberbo e empolgante sobre parte importante da vida musical e profissional dum instrumentista russo genial! Absolutamente imperdível!!! Box de 3CDs Warner classics/Warner Music

Ler mais »


AMÁLIA

Date: 2017-06-01 11:00

Um duplo disco notável recheado de grandes interpretações de Amália no domínio do cancioneiro popular português e que revela toda a autenticidade da diva quando ela simultaneamente ousa e arrisca , qual trabalho sem rede, chegando mesmo por vezes a modificar melodias cantadas originalmente de uma forma completamente diferente, até as tornar como que suas; é este o panorama de “Amália... canta Portugal” ,projecto onde as raízes , legitimidade e a matriz da música de inspiração folclórica estão soberbamente evidenciadas graças a uma mão cheia de interpretações que conquistam, seduzem e arrebatam até os menos incondicionais... O que é certo é que algumas destas soberbas execuções vocais se projectaram no tempo e no Mundo de tal modo que hoje em dia é lógico e pertinente que se faça a seguinte pergunta:- será que se não fossem as empolgantes e pessoalíssimas interpretações da deusa portuguesa do fado canções como “Tirana”, “Oliveirinha da serra”, “Ti Anica de Loulé”, “Caracóis” ou “Malhão de Águeda” teriam atingido a fama, popularidade, notoriedade e projecção que conseguiram aquém e além fronteiras ? Claro que não! E isso traz-me até inclusivamente à memoria uma frase absolutamente lapidar do grande cantor brasileiro Ney Matogrosso, ex-lider vocal dos extintos Secos e Molhados quando juntos por acaso falávamos da deusa e abordávamos algumas das suas mais notórias interpretações e ele convictamente afirmou:- ”..Amália cantou, está cantado! Amália gravou, está gravado! ” Ora isto por si só, diz tudo!!! Depois do fado tradicional, das marchas dos Santos Populares , do fado canção , das “rancheras”, das espanholadas e das “aventuras” por canções e línguas estrangeiras eis Amália em pleno apogeu vocal a dar aos temas de raiz folclórica a importância que afinal de contas muitos deles bem merecem e que aqui são tratados vocalmente com desvelo, carinho, devoção e...alma!!! A alma portuguesa, pois então! 2CDs Valentim de Carvalho

Ler mais »


TONY BENNETT

Date: 2017-06-01 10:00

Se alguém mencionar o nome Anthony Bennedetto muitos poucos o reconhecerão; certamente só aqueles que de modo directo ou indirecto estejam ligados ao mundo da pintura internacional pois nesse meio o nome é perfeitamente reconhecível como sendo o de um dos grandes pintores ainda vivos, com frequentes e elogiosas referencias em exposições , prémios, catálogos e acima de tudo sinónimo de altas licitações em leilões de pintura ou em galerias de arte. Aliás, constituiu uma experiência única na minha vida, um momento de prazer incontido e acima de tudo uma tarde verdadeiramente inesquecível ter tido a felicidade de poder assistir, numa das varandas do antigo hotel Estori-Sol à execução de um quadro retratando a baía de Cascais feito por esse grande pintor/retratista norte-americano que nessa altura nos visitava , não para fazer turismo ou para abrilhantar uma exposição das suas obras mas para...cantar!!! De quem se tratava afinal? Nada mais, nada menos de...Tony Bennett , que com o seu verdadeiro nome de baptismo- Anthony Bennedetto, assina os quadros que ao longo dos seus muitos anos de vida vem pintando um pouco por todo o Mundo porque se algo há que ele gosta verdadeiramente de fazer quando anda em digressão é pintar nos day off dos concertos, e muitas vezes até no próprio dia do show, quadros geralmente retratando a terra onde está de passagem para actuar! Assim sucedeu em Cascais , onde pintou um quadro sobre a belíssima baía, pintura essa que está reproduzida num livro biográfico que publicou anos depois...e do qual felizmente possuo um exemplar autografado, para alem duma serigrafia de Billie Holiday ofertas do cantor norte-americano! Por muitos considerado o “melhor cantor do Mundo”, Frank Sinatra incluído, Tony Bennett tem disponível no mercado discográfico um novo projecto comemorativo dos seus noventa anos de idade - ”Tony Bennett celebrates 90”, onde em três compact discs se fica a compreender melhor o porquê da grande admiração, e por vezes mesmo até veneração, com que grandes estrelas da música mundial a ele se referem sempre com inusitado respeito e carinho... Com efeito nunca tão bem como agora se aplicou a velha máxima do vinho do porto-“...quanto mais velho, melhor!” do que ao cantor americano que na proveta idade actual ainda encanta, seduz e deslumbra com as suas interpretações! Para comprovar tal facto ouçam-se algumas das suas inesquecíveis performances no primeiro disco do projecto, gravado ao vivo com audiência no Rádio City Music Hall de NY onde estão também grandes desempenhos vocais de convidados especiais como K.D.Lang, Stevie Wonder , Andrea Bocelli , Rufus Wainwright , Lady Gaga , Diana Krall ou Michael Bubblé, entre outros ; nos outros dois CDs podemos encontrar raras versões de estúdio e ao vivo , algumas nunca anteriormente editadas , com TB na sua melhor forma. Por outro lado, Harry Belafonte, Bill Clinton e Martin Scorcese são algumas das personalidades que assinam comentários elogiosos a Bennett no booklet de 28 páginas do projecto que faz parte da versão deluxe e que mais uma homenagem pelo 90º aniversário do cantor é um verdadeiro retrato musical de parte da fantástica vida artística de uma das mais fascinantes figuras da musica internacional de todo o Mundo – o gigante Tony Bennett... 3CDs edição deluxe – Columbia/ Sony Music

Ler mais »


GONÇALO SALGUEIRO

Date: 2017-06-01 09:55

Há no mundo do fado uma série de interpretes que cantam satisfatoriamente e algum profissionalismo cumprindo por vezes a função até com eficácia mas, a maior parte das vezes, sem qualquer laivo de emotividade; outros há que positivamente deslumbram tal a entrega , rigor , emoção e eficiência de que dão mostras... É o caso de Gonçalo Salgueiro, fadista que no seu quarto álbum de originais dá um passo gigantesco rumo ao estrelato, afinal de contas um estatuto que ele há muito já merece não só pelas excelentes e comprovadas prestações em palco nomeadamente no musical “Amália” mas também e fundamentalmente pela grande qualidade vocal que sempre foi parte indissociável dos seus três primeiros discos. Agora, em “Sombras e fado” , que ele dedica a sua mãe há tempos falecida, Gonçalo suplanta-se a si próprio, vocal e musicalmente, cantando melhor que nunca , rompendo barreiras, rótulos, paisagens musicais e sonoras, ditames e até com ... certos modernismos; ouçam-se por exemplo as brilhantes versões de “Concerto pour une voix “ de Saint-Preux, que excepcionalmente autorizou esta versão apesar de habitualmente pôr muitas restrições a versões de temas seus ,onde Salgueiro, em companhia da soprano Elena Mosuc, positivamente deslumbra , “Ai vida” composição originalmente escrita por Jorge Fernando para homenagear a grande Amália com quem chegou a gravar a composição em dueto, a que Gonçalo dá um cunho próprio, pessoal e intimista, “Naufrágio” um dos mais emocionantes e envolventes temas do disco e finalmente a canção “escondida” deste trabalho -“ Povo que lavas no rio”, composição do meu grande amigo poeta e antigo vizinho na Rua Oliveira Monteiro na cidade do Porto -Pedro Homem de Mello que a diva Amália eternizou e a que um grupo de cante de Montemor-o-Novo (Alto Alentejo) concede uma sonoridade vocal verdadeiramente apoteótica e embriagadora ou não tivesse a composição sido gravada sem artifícios na capela do castelo local . Letrista de mérito ( assinou nada menos de 7 da totalidade de 17 composições do disco), fadista com F grande, dotado de uma voz absolutamente notável, única e reconhecível Gonçalo é hoje em dia, acima de tudo, um interprete genial que até por isso mesmo tem já um lugar reservado e muito especial no mundo do fado contemporâneo; mais que um novo disco, este seu fabuloso “Sombras e fado” é, para alem duma verdadeira obra-prima, mais uma pedra basilar e fundamental para a construção da história da nossa canção nacional por excelência. Uma certeza tenho :- certamente lá, onde estiver, a mãe do fadista deve estar orgulhosa e vaidosa com esta brilhante e sentida homenagem que através do novo disco agora lhe foi feita pelo filho... CD CNM

Ler mais »


ERIC CLAPTON

Date: 2017-06-01 09:50

É considerado um dos melhores concertos dos últimos anos do guitarrista Eric Clapton e por isso foi mesmo merecedor de grandes elogios e logicamente de inicial edição em vinil e duplo CD; o sucesso comercial e da critica da edição “obrigou“ agora ao seu lançamento em DVD e bluray ; trata-se de “Live in S. Diego 2007” , duplo trabalho onde em mais de duas horas de show o antigo membro dos Yardbirds, Cream, Blind Faith ou Derek and Dominos dá asas à sua imaginação, versatilidade e inimitável arte ao longo de 15 canções com destaque para as excepcionais interpretações de super-hits como ”Cocaine”,”After midnight” ,”Tell the truth”, “Layla”, “Wonderful tonigh” , “Further on up the road” ou “Crossroads”. Em cinco das composições incluídas no alinhamento do espectáculo “Slowhand” teve a colaboração como convidado especial do seu grande ídolo e fonte de inspiração - J.J. Cale, recentemente desaparecido, músico que neste concerto e ao lado do seu confesso admirador deslumbra e demonstra por que era ainda na altura uma das maiores estrelas do mundo musical no que ao pop/rock e blues diz respeito. O disco marca por outro lado a primeira reunião dos dois “monstros sagrados” desde o fantástico “The road to Escondido” de 2006 ; além da dupla o projecto regista ainda a presença de algumas estrelas do pop/rock e dos blues contemporâneos tais como Doyle Bramball II , Derek Trucks ou Robert Cray que ajudaram a dar mais brilhantismo sonoro e instrumental a composições de gente como Jimi Hendrix ou Robert Johnson, para alem das inevitáveis e maioritárias criações de Clapton e Cale... Arte, versatilidade e virtuosismo à solta num concerto – o décimo terceiro de Clapton ao vivo- absolutamente inesquecível!!! 2CD/DVD/Bluray Reprise/Warner Music

Ler mais »

classificado em: