Você está aqui: Entrada / Notícias / Escolhas de João Afonso Almeida

Escolhas de João Afonso Almeida

JORDI SAVALL

Date: 2017-06-01 09:35

Não é toda a gente que tem a coragem de utilizar a música para evocar passados sombrios e negros da humanidade e pôr a nu a problemática humana nas suas múltiplas facetas ;porém, com certa assiduidade, o catalão Jordi Savall fá-lo sem reticências , com maestria e sabedoria musical como nenhum outro instrumentista conseguiria fazê-lo. Agora acabou de editar uma obra soberba, carismática e polémica q.b. – “Las rutas de la esclavitud” (As rotas da escravatura – 1444/1888) que há poucas semanas atrás até inclusivamente levou ao palco da Fundação Calouste Gulbenkian , seu local de “peregrinação” musical preferido, ao que nos relataram com êxito absoluto... Para pôr de pé este monumental projecto o instrumentista catalão, virtuoso da viola de gamba que se especializou em música ibérica antiga, juntou à sua volta uma série de grandes músicos de latitudes bem diversas (Madagáscar, Marrocos, Argentina, México, Brasil, Colômbia, Mali e Venezuela) que em conjunto e com grande sensibilidade, versatilidade, elegância e eficiência conseguiram fazer deste projecto uma obra ambiciosa , tematicamente sublime e instrumental e oralmente brilhante que nos leva a “viajar” por Portugal, Espanha, África e América Latina... Acompanhado pelo grupo de solistas da Capella Real da Catalunha (Hespèrion XXI fundado pelo próprio Savall em 1974) e pelo Tembembe Emsamble Continuo o mestre da viola de gamba tem neste projecto um dos momentos mais fabulosos e conseguidos da sua carreira e eu arriscaria mesmo dizer talvez o seu mais importante trabalho editado até hoje; veja-se por exemplo o filme/ concerto que preenche o DVD e que teve lugar em Julho de 2015 na Abadia de Fontfroide, Narbonne, França e comprove-se toda a magnificência do evento e da obra nele apresentada. Projecto multi-cultural, historicamente soberbo pode também qualificar-se como uma verdadeira jóia rara que é urgente conhecer pela profundidade, temática, vertente humana, excelência da sua oralidade e essencialmente pela denúncia, um pouco em jeito pessoal mas de homenagem que aqui é prestada à memoria de todas as vitimas da maldita escravatura, que abolida no Brasil precisamente no já longínquo 1888, continua no entanto, e infelizmente, a ser hoje em dia, sistematicamente noticia de primeira página nos jornais e nos telejornais televisivos um pouco por todo este Planeta que habitamos e cuja verdadeira história afinal conhecemos tão pouco... 2CD/DVD AliaVox/Megamúsica

Ler mais »


RAMMSTEIN

Date: 2017-06-01 09:30

Toda a força telúrica do heavy metal dos alemães Rammstein , toda a sua capacidade interpretativa e emoção de palco estão patentes no novíssimo duplo álbum “Paris” onde durante mais de duas horas nos propõem uma espécie de retrospectiva da sua fantástica carreira que teve início no já longínquo 1994 em Berlim; o filme do concerto constituiu um retumbante sucesso nas salas de cinema de cerca de meia centena de países onde foi exibido e constitui por assim dizer o ponto mais alto da carreira destes alemães lideres do chamado rock industrial onde espectacularidade e segurança rítmica andam de mãos dadas com energia, emotividade e pujança instrumental e sonora. Mantendo a mesma formação desde a sua criação como banda os Rammstein, são, para além duma formação muito homogénea, também um grupo criativo, coeso e unido e isso pode aferir-se pela grande qualidade e segurança evidenciadas sobremaneira nas suas propostas sonoras que a cada dia que passa fazem aumentar a sua extensa legião de admiradores e de fieis seguidores.. Um grande álbum que vai acabar certamente por vir a fazer parte da história do rock ao vivo , pois constituiu uma das suas mais soberbas peças... 2CDs Universal

Ler mais »


MARIA BETHÂNIA

Date: 2017-06-01 09:25

Comemorar cinquenta anos de carreira musical já é um feito histórico; fazê-los em plena forma vocal como Maria Bethânia os fez transcende tudo, torna-se verdadeiramente num acontecimento musical e cultural e constitui um marco indelével e de grande impacto na música popular brasileirada actualidade; e como é que a irmã de Caetano Veloso comemorou esse meio século de sucesso absoluto? Idealizando e preparando com todo o amor um novo espectáculo que acabaria por resultar num sucesso grandioso e isso logicamente deu um pouco mais tarde origem a um novo disco e DVD já considerados pelo público e critica como verdadeiramente memoráveis ! Intitulado “Abraçar e agradecer” o novo projecto serviu exactamente para a cantora envolver num abraço sentido a sua imensa massa de admiradores e ao mesmo tempo agradecer o carinho, entusiasmo e fidelidade desses mesmos fans ao longo de mais de meio século de actividade artística... Sobre a comemoração e consequentes shows disse o célebre Nelson Motta :- “...são 50 anos de intensa e permanente entrega à beleza e à emoção, de absoluta fidelidade ao seu público e à arte brasileira e sobretudo a si mesma e à sua história, numa carreira luminosa que não conhece altos nem baixos e segue fluindo como um rio cristalino e caudaloso, enfeitado por belas cachoeiras, cascatas e remansos, que desagua num lindo lago do amor de sua obra artística...” A direcção , cenografia e luz do espectáculo foram como tem sido hábito nos últimos anos da responsabilidade de Bia Lessa que já havia trabalhado com Bethânia em outros projectos tais como “Carta de amor” , “Devoção”, “Amor festa” ou “Dentro do mar tem rio” e a coordenação e produção musical estiveram a cargo de Guto Graça Mello também habitual parceiro da cantora nos últimos anos nestes desempenhos para alem da própria artista que gosta de meter sempre uma mãozinha nos seus trabalhos no que diz respeito ao capítulo da produção; quanto ao reportório, seleccionado pela própria artista , abarca toda a sua vida musical ao longo das cinco décadas e para alem de muitos temas do seu habitual reportório tem também alguns inéditos na sua voz como é o caso de uma versão de Nelson Motta para uma canção de Charles Trenet que em português recebeu o título de “Eu te desejo amor”e até acabou por constituir um dos momentos altos do recital. Numa opinião meramente pessoal lamento apenas a não inclusão no alinhamento de um tema que na voz de Bethânia atingiu um patamar de verdadeiro encanto e êxtase em álbuns e shows anteriores:- “Tocando em frente” , genial e inspiradíssima composição da dupla Almir Sater /Renato Teixeira que constitui quanto a mim uma das dez mais belas canções de sempre da MPB ... Emoção, sensibilidade, encantamento e criatividade interpretativa andam de mãos dadas numa obra soberba ,emotiva, sensual, por vezes até arrepiante( no bom sentido do termo é claro!) a que a voz da grande diva brasileira Maria Bethânia concede a relevância merecida através de uma série de interpretações brilhantes, intensas e inesquecíveis!!! 2CDs /DVD Biscoito Fino-Distrijazz

Ler mais »


PAULO GONZO - Diz-me

Date: 2017-06-01 09:20

Longe vão já os tempos da Go Graal Blues Band e mesmo do hiper êxito - “Jardins proibidos” dois dos marcos mais importantes da vida artística de Paulo Gonzo, sem dúvida alguma o melhor e mais bem sucedido interprete pop/rock/blues cá do burgo , (quem não recorda os astronómicos números de vendas em Portugal da compilação de sucessos -“Quase tudo” editada em 1997 que registou vendas que ultrapassaram largamente as quatrocentas mil unidades vendidas?!?!) que ao longo de uma já extensa carreira tem conquistado até os mais exigentes públicos e critica mercê duma sempre crescente busca da qualidade e da perfeição; dono de uma voz característica, bem peculiar e definida, onde a escola dos Blues , a grande e verdadeira universidade da música, é por demais evidente, o cantor está de novo nas luzes da ribalta com o lançamento de um novo projecto de originais – “Diz-me”, um grandísssimo disco onde mais uma vez explana as suas inegáveis capacidades de compositor (área onde tem constantemente evoluído) e de grande interprete ao longo de onze temas , sendo cinco deles duetos com gente de áreas tão distintas e diversas tais como Raquel Tavares, Mário Biondi , Boss AC, The Black Mamba e até, imagine-se, com um dos mais icónicos e incontornáveis nomes da actualidade no flamenco –o grande Diego el Cigala. Curiosamente, ou até talvez não, é este mesmo dueto- “Garganta con arena” que quanto a mim constitui o momento mais apelativo e alto do novo trabalho, com uma interpretação do cantaor espanhol verdadeiramente estratosférica a que Gonzo responde também com uma prestação vocal digna de grandes elogios; no disco, para além de outros momentos de certo brilhantismo também merece ser destacado o dueto com Raquel Tavares, nome grande do nosso fado, em “Amor maior” que acabou por merecer honras de ser o tema de abertura de uma novela portuguesa com o mesmo título em exibição na SIC. O disco é para além dum estravazar de sentimentos e emoções uma singela e sincera homenagem do artista a Pequenina Rodrigues sua antiga namorada que faleceu num estúpido acidente de viação em Abril do ano transacto e funcionará assim a modos que uma pungente e profunda declaração de amor... Actualmente em grande forma, a que não é alheia a experiencia acumulada ao longo de 60 anos de vida que lhe concedeu uma grande maturidade em todos os sentidos, o cantor foi ao longo da sua vida artística, subindo a pulso, progredindo, aprimorando-se, aperfeiçoando-se vocalmente, trepando com segurança degrau a degrau o caminho do sucesso, exigindo de si mesmo sempre mais e mais até atingir o patamar de grande destaque que actualmente ocupa no nosso panorama musical, onde a subida custa muito mas por vezes é um objectivo que se consegue atingir; o que custa mais é conseguir manter-se na crista da onda anos a fio como tem acontecido com Paulo Gonzo que evoluiu artisticamente de tal modo que é hoje em dia sem favor uma das mais brilhantes estrelas da constelação musical portuguesa... CD Sony Music

Ler mais »


FOREIGNER - 40

Date: 2017-06-01 09:15

Quem não se lembra dum grupo de norte-americanos laureados interpretes de mega sucessos do chamado rock FM tais como “I want to know what love is” , “Cold as ice”, “Long, long way from home” ou “Feels like the first time” ? Pois são estes mesmos Foreigner, em cuja formação inicial sobressaiam nomes como Lou Gramm , Mick Jones e Ian McDonald, antigo membro dos King Crimson de Robert Fripp, que agora aparecem de novo nas charts mundiais por causa do lançamento de um duplo “best of” – “40” que inclui para alem dos citados hits ainda mais três dúzias de canções ,o que perfaz assim uma totalidade de 40 temas abrangendo quarenta anos de história musical do sexteto que ao longo da sua bem sucedida carreira já vendeu mais de cinquenta milhões de discos!!! Marco indelével e marcante na música pop/rock mundial os Foreigner merecem uma certa atenção auditiva dos mais jovens tanto mais que são uma banda que obrigatoriamente as novas gerações devem aprofundar conhecer pois para alem de grandes executantes eram um naipe de excelentes e inspirados compositores e interpretes na área do pop/rock... 2CDs Atlantic/Rhino/Warner Music

Ler mais »

classificado em: