Você está aqui: Entrada / Notícias / ANA BACALHAU

ANA BACALHAU

É a estreia absoluta como artista individual e ao libertar-se das amarras que durante 10 anos a “prenderam” aos Deolinda a vocalista do grupo- Ana Bacalhau, sai do ninho e ganha asas para voar! Chama-se “Nome próprio” o seu primeiro disco a solo e tem a particularidade de incluir três letras e uma música da sua autoria sendo as restantes responsabilidades letristas e musicais de gente de outras áreas como Jorge Cruz, Miguel Araújo, António Zambujo, João Monge, Márcia, Capicua, Samuel Úria, etc. Disco que mistura música popular, rural, urbana e pop é um trabalho onde as evidentes influências da musica anglo-americana e algumas electrónicas a ela ligados convivem umbilicalmente na perfeição e com tranquilidade com a soul, o hip-hop e a acústica da música popular portuguesa numa mistura eficaz de variados instrumentos de cordas como cavaquinho, violino, guitarras, contrabaixo, violas e violoncelos numa verdadeira alquimia sonora de grande polivalência e apurado bom gosto que transformam o projecto numa espécie de “grito do Ipiranga” da cantora e são a prova de como a sua versatilidade lhe vai permitir no futuro conviver na perfeição com os dois mundos onde habita:- o dos Deolinda e o seu próprio a solo, onde, convenhamos, está como peixe na água, livre, independente, madura, segura e...formosa! 2017 viu assim brilhar intensamente uma nova estrela que desde há tempos fazia parte de uma outra constelação, mas que afinal de contas tem luz própria e imenso fulgor e por isso mesmo deixa atrás de si um lastro de...cometa! ”Nome próprio”, um(a) bacalhau de grande cura que como é evidente só pode ser encontrado em lojas gourmet especializadas e que terá forçosamente de ser de certeza um(a) bacalhau de cura amarela, que como é sabido é o mais caro e saboroso de todos... CD Sons em trânsito/Universal Music
classificado em: